domingo, 27 de janeiro de 2008

hai-kais da série filmes em remake:

I.ata-me

dou-te um beijo ibérico;
dás-me de beber um gole
de sangue ou de solda?


II. cria cuervos

em sulcos arados,
o útero expulsa o pássaro,
parente-espantalho!


III. a pequena loja da rua principal

músicos e bombas;
na praça, uma valsa em dó
embalsama mortos...


IV. o homem invisível

não se luta às cegas,
não se despe ao bem da turba
nem se mira em vão!


V. conversation piece

invadiu-se em flor
por entre espinhos, artérias
de rosas e lodo!


VI. persona

eu sou teu espelho,
porém tu és minha origem:
nada disso insiste!



VII. spartacus

vertes negro olhar
silentes gotas de espanto,
plácida armadura

5 comentários:

Vitor Nina disse...

Gostei muito de persona. Teus Hai Kais soam vigorosos, vaporosos e rápidos, um fantasma de locomotiva que passa pelos olhos, e não chega a tocar em nada, mas deixa um leve cheiro de nicotina, café e carne. Agradam-me bastante: tocam e provocam como pequenas agulhas espetando a língua. É bom ler-te, professor!

Thais Faria disse...

Não sabes, mas foste responsavel pelo meu despertar para a leitura,lembro me que quando cheguei ao Brasil pouco sabia da literatura que tinhamos e apesar de vir da terra de Camões não era dada aos livros e sim foste tu com a tua capacidade incrivel de ensinar literatura que me ensinaste a gostar dela.Eternamente meu querido mestre e amigo muita saudade das nossas conversas, mas fico feliz em poder re encontra lo nesta vida e poder ler hoje com paixão porque tu o me ensinastes a fazer.Beijo enorme.

Flavya Mutran disse...

Querido, qual não foi minha surpresa ao achar este blog. Engasguei de alegria e saudade. Uma honra tua homenagem, darling, e saiba que meu amor e admiração por ti é imenso. Já favoritei. Bjs

robertolui disse...

Finais de filme, na maioria das vezes, nos mergulham na reflexão de nossos sentimentos do que acabamos de testemunhar. Alguns são impactantes outros nem tanto. Os finais de A Outra e Thelma & Louise são, sem dúvida, um clássico. Afinal, coragem é a palavra de ordem. Portanto, aqui vai minha sugestão aos que ainda não viram: "Os Outros" é de cair da cadeira e "500 Dias com Ela", uma produção independente. Para sentir o punch no estômago é preciso apenas se deixar envolver... é clichê, mas que funciona, funciona. Belo blog.

Alexandre Sequeira disse...

Delícia de Blog!! Visita obrigatória a partir de então. Só assim posso suprir a falta que o convívio com essa incrível pessoa me faz. Bjs amigo e obrigado por esse presente!! Alexandre Sequeira.